Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Série B

Futebol medíocre e novo empate deixam Inter fora do G4

Com time desfalcado, sem inspiração e num gramado horrível, Colorado fica no 0 a 0 com o Santa Cruz pela Série B do Brasileiro

Ricardo Duarte/Inter
Sasha foi o melhor do time no setor ofensivo
Tá feia a coisa galera colorada. O Inter mais uma vez apresentou um futebol medíocre, sem criatividade e apenas empatou por 0 a 0 com o Santa Cruz,na tarde deste sábado, no péssimo gramado do Estádio do Arruda, em Recife, pela 8ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado é lamentável, pois o Colorado viajou para Minas Gerais e Pernambuco para voltar com no mínimo quatro pontos na bagagem. Esse era o discurso. Dentro das circunstâncias, uma vitória e uma derrota seria melhor do que retornar para casa com dois pontos – 1 a 1 com o América-MG e 0 a 0 com o Santa Cruz – e ainda fora do G4. O Inter ficou com a 5ª colocação, agora com 13 pontos.

O gramado do jogo estava terrível, digno de segunda divisão. É possível dizer que muitos campos de várzea da região estão em melhores condições que o Arruda. Além da lama, a chuva foi mais um ingrediente que prejudicou prática do futebol. E assim foi durante os 90 minutos da aula de como não jogar bola. E falando nela, coitadinha.

No primeiro tempo, o Santa Cruz teve duas boas chances de abrir o marcador, mas o Inter tinha Danilo Fernandes para salvar. Um lance que representa bem a partida foi quando o zagueiro Klaus, natural de Dois Irmãos, tentou atravessar uma bola na intermediária de defesa e quase entregou um gol para o adversário. Ele, que entrou de supetão pois Danilo Silva sentiu um desconforto muscular no aquecimento, reprovou a falha.

Na etapa final, o Inter teve uma postura melhor, principalmente após a entrada de Diego. E foi dele a melhor chance de gol colorada na partida. Aos 21min, o jovem jogador cobrou falta da entrada da área, e a bola tirou tinta da trave direita de Júlio César. No final do duelo, o time gaúcho parecia conformado com o empate. “Sempre queremos ganhar, mas foi um jogo difícil. Tivemos chances. Eles também. O empate ficou de bom tamanho”, opinou o volante Rodrigo Dourado.

EXPLICAÇÕES

O gramado sem dúvida foi um grande empecilho para o Colorado, além dos desfalques de D’Alessandro e Pottker. “Infelizmente, com este gramado fica impossível jogar futebol. Pecamos em alguns momentos, mas é erguer a cabeça para trabalhar e buscar a vitória em casa”, completou Marcelo Cirino, que teve atuação super discreta. O Inter volta a campo na terça-feira pela 9ª rodada da segunda divisão, quando pegará o Paraná, às 21h30, no Beira-Rio. Em casa, não vai poder deixar a desejar de novo.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS