Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Série B

Inter vence o Figueirense na base da superação

Colorado fez 2 a 1 nos catarinenses e carimbou segunda vitória na competição

Ricardo Duarte/Inter
Diego comemora o gol da vitória sobre o Figueirense
Um jogo ruim de doer, mas fundamental para a campanha colorada em busca do acesso à Série A. A partir de cenários como o da noite desta terça-feira, que o Inter poderá buscar retomar o caminho da elite do futebol brasileiro. Tecnicamente foi sofrível, por ambos os times, mas o Inter bateu o Figueirense por 2 a 1, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis e venceu a segunda partida na Série B do Campeonato Brasileiro. Foi a vitória da superação, afinal o técnico Guto Ferreira levou a Santa Catarina um time totalmente descaracterizado.

O primeiro tempo foi muito movimentado, mas de raros lances empolgantes. Sem vários titulares, o Inter queria mostrar serviço. Porém, os jogadores esqueceram que a afobação é a inimiga da perfeição, principalmente no futebol. O Colorado iniciou pressionando e acabou marcando primeiro. Aos 15min, após cobrança de escanteio de Carlinhos, o zagueiro Victor Cuesta, sozinho, cabeceou para o fundo das redes. Como de costume no futebol o time que está vencendo recua, e o Inter fez isso. A postura trouxe os catarinenses para cima. O empate não demorou para vir. Com 22min, Matheus Pereira cruzou da direita e Henan, livre, só deslocou para marcar. Até o apito final do primeiro tempo a partida seguiu naquela levada, muita vontade e pouca qualidade.

Beijo na trave

Quando parecia que a segunda etapa seria uma repetição da primeira, Diego entrou no jogo para selar a vitória e dar um selinho na trave, como forma de agradecimento. Aos 30min, ele foi com tanta vontade para marcar o gol, que trombou com vontade na trave, mas não se abalou e correu para comemorar a vitória em Floripa.

Vermelhas

O goleiro Danilo Fernandes soltou o verbo na saída de campo após a vitória colorada. “Saiu uma notícia dizendo que a gente ia tomar um sacode hoje (ontem). Esse é o espírito da Série B. Entendemos esse espírito. Temos que ganhar o jogo, independente de como for.”

No próximo sábado, o Inter recebe o Náutico no Beira-Rio, às 16h30, pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

FIGUEIRENSE Thiago Rodrigues, Dudu, Leandro Almeida, Bruno Alves, Iago; Pereira (Luigi), Dudu Vieira (Joãozinho), Juliano (Marco Antonio), Jorge Henrique; Robinho e Henan. Técnico: Márcio Goiano.

INTER Danilo Fernandes; Junio, Danilo Silva, Victor Cuesta e Carlinhos; Fabinho, Charles, Roberson (Valdemir), Carlos (Diego) e William Pottker; Brenner (Juan). Técnico: Guto Ferreira.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS