Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Em todo o País

Manifestações pedem renúncia de Temer e eleições diretas; veja como foram os protestos

Os protestos começaram a ser organizados ainda na noite de ontem quando a delação da empresa JBS veio a conhecimento do público

Uma série de manifestações aconteceram no final da tarde e início da noite desta quinta-feira (18) em várias capitais do País. Os movimentos, em sua maioria, pedem a renúncia do presidente Michel Temer, após a divulgação de que ele havia dado o aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, preso na Lava Jato. Os protestos de hoje começaram a ser organizados ainda na noite de quarta-feira (10) quando a delação da empresa JBS veio a conhecimento do público através do jornal O Globo.

Adriana Lima/Adriana Lima/GES-Especial
Ato na Praça do Imigrante pediu a renúncia do presidente Michel Temer, em Novo Hamburgo
Em Novo Hamburgo cerca de 100 pessoas ligadas ao Partido Socialismo e Liberdade (Psol), ao Partido dos Trabalhadores  (PT), além de grupos apartidários, se reuniram na noite desta quinta-feira para pedir a saída de Michel Temer. A concentração ocorreu na Praça do Imigrante e contou com faixas e cartazes, a maioria deles com os dizeres “Diretas Já” e “Fora Temer”, além de discursos. “Nossa preocupação não é numérica e sim marcar presença contra os desmandos do governo Temer. Independente do partido, acordamos enojados com a política nacional e era preciso fazer algo para mostrar que em Novo Hamburgo também há indignação com a situação”, destacou o estudante Felipe Ventre, de 23 anos, e a jornalista Luiza Eduarda dos Santos, 40, organizadores do ato. O grupo ainda informou que convocará nova mobilização para a próxima quarta-feira (24) a partir das 18 horas, também na Praça do Imigrante.

EPTC/Twitter/Reprodução
Protesto em Porto Alegre seguiu da Esquina Democrática e se estendeu até o Largo Zumbi dos Palmares
Em Porto Alegre aconteceram protestos durante todo o dia de hoje. A concentração maior foi por volta das 18 horas na Esquina Democrática bem no Centro da Capita. Ainda não há número estimado de participantes neste ato. Os manifestantes percorreram as principais ruas da área central com destino ao Largo Zumbi dos Palmares. De acordo com a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), os ônibus deixaram de circular nos trechos entre a Avenida Borges de Medeiros e Salgado Filho.

Em São Paulo, os manifestantes se concentraram no vão do Masp. Usando camisetas de diferentes movimentos sociais, o grupo pede a renúncia do presidente Michel Temer e eleições diretas para escolher um novo representante para o Brasil. Eles marcham pela Avenida Paulista. Ainda não há uma estimativa de quantas pessoas participam do ato. Ainda na noite de hoje estão previstos mais protestos em diferentes pontos da cidade.

No Rio de Janeiro, os manifestantes partiram do Largo da Candelária e também percorreram as principais ruas do Centro. Entre as reivindicações do grupo está o afastamento do presidente Michel Temer e a prisão do senador Aécio Neves (PSDB).

Em Brasília cerca de mil pessoas se reuniram mesmo com chuva para protestar contra o presidente Michel Temer. O grupo tomou a Praça dos Três Poderes já no início da tarde. A concentração durante o início da noite foi na Esplanada dos Ministérios.

 *Com Agência Brasil


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS