Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Motores
Mais de 137 cv

Novo motor da Ford: mais potência e menos consumo

Conforme o presidente da Ford América do Sul, motor tem melhor performance, é mais seguro e menos poluente

Novo motor 1.5L de 3 cilindros da Fordreportagem: Raquel Reckziegel*

Foi apresentado nesta sexta-feira (5), durante um seminário de motores da Ford, o novo motor 1.5 Flex de três cilindros da empresa. Sustentabilidade e inovação foram as palavras-chave: o motor, de 137,2 cv e torque de 158,5 Nm com etanol, segue a tendência global chamada de "downsizing", onde sua cilindrada é diminuída e a potência específica aumenta, com menor consumo de combustível e emissões poluentes. "É mais seguro, menos poluente, e eficiente energeticamente, além de ter boa performance e ser divertido de dirigir", destacou o presidente da Ford América do Sul, Lyle Watters. De acordo com o Engenheiro Chefe de Trem de Força da Ford América do Sul, Volker Heumann, é o primeiro motor dessa cilindrada com apenas três cilindros no mercado. Ainda, segundo o vice-presidente da Ford América do Sul, o 1.5L Flex de 3 cilindros será produzido na Índia e utilizado em veículos por todo o mundo, mas o Brasil será o primeiro País a receber esse motor. No entanto, ainda não há a confirmação de qual carro será.

Conforme a empresa, o desempenho do motor supera os de quatro cilindros com maior cilindrada. Ainda, houve melhora de 15,4% em eficiência energética em relação ao ano de 2012. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Marcos Pereira, que participou do evento de lançamento, atribuiu o desenvolvimento da tecnologia ao programa InovarAuto. "Ele estabeleceu metas de potência energética. Ao habilitar-se para o programa, a Ford se comprometeu a atingir niveis mínimos de metas energéticas, além de aspectos como tecnologia e capacitação de fornecedores. Também aderiu ao Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro", destacou. O novo motor tem classificação A de eficiência energética, além de ser mais silencioso. Segundo a Ford, ele será incluído, a partir de agora, em futuros veículos de sua linha.

Além do ministro Marcos, que também falou sobre as propostas da próxima fase do programa governamental para o setor, chamada Rota 2030, também participou do seminário de motores o superintendente de Estudos Econômicos-Energéticos da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) do Ministério de Minas e Energia, Jeferson Borghetti Soares, abordando os cenários da matriz energética brasileira. 

  • O eixo balanceiro apoiado por mancais hidrodinâmicos funciona como um contrapeso que elimina as vibrações naturais do arranjo de três cilindros
    Foto: Ford/Divulgação
  • Uso de bloco de alumínio colaborou para que o motor tenha menos peso e tamanho
    Foto: Ford/Divulgação
  • Por ter três cilindros, o motor tem 10% a menos de peso e tamanho
    Foto: Ford/Divulgação

Menos peso e tamanho

Por ter três cilindros, o motor tem 10% a menos de peso e tamanho, qualidades reforçadas pelo uso de bloco de alumínio. “Com a redução de um cilindro, o motor de três cilindros tem uma área de contato menor entre as superficies metálicas – o pistão movendo dentro do cilindro e as junções do pistão com o virabrequim. Isso diminui a parcela de combustível necessária para vencer as forças de atrito do conjunto. Outras vantagens são o menor peso, o ganho de espaço no veículo e a redução do custo de matéria-prima”, explicou Enio Gomes, diretor de Trem de Força da Ford América do Sul.

Características técnicas

O 1.5 Flex de três cilindros conta com coletor de escape integrado, eixo balanceiro com mancais hidrodinâmicos, bomba de óleo variável, correia imersa em óleo e duplo comando variável e independente de válvulas (tecnologia TiVCT). Ainda, possui bobinas de ignição individuais para cada cilindro, velas de ignição centralizadas na câmara de combustão, tuchos hidráulicos com balancins roletados, virabrequim deslocado da linha de centro e sistema de partida a frio eletrônica Easy Start. O Easy Start, já usado em outras aplicações da Ford, garante partidas rápidas com etanol sem a necessidade de reservatório auxiliar de gasolina.

Ainda, as velas de ignição centralizadas na câmara de combustão permitem uma queima mais homogênea da mistura ar-combustível. O comando variável e independente de válvulas na admissão e no escape otimiza o rendimento e o torque para cada situação de rodagem: aumenta a eficência volumétrica em plena carga, melhora a estabilidade da combustão em marcha lenta e ajuda a economizar combustível em cargas parciais.

A eficiência, por sua vez, aumenta com o uso de bobinas de ignição individuais para cada cilindro. O sistema de válvulas com tuchos hidráulicos acionados por balancins roletados, consagrado no motor Ford RoCam e referência na indústria,  se auto-regula e dispensa manutenção. O virabrequim especial com centro de rotação deslocado é outro fator de ganho de performance, com redução das forças de atrito.

*Viagem a convite da Ford

  • Novo motor tem classificação A de eficiência energética, além de ser mais silencioso
    Foto: Ford/Divulgação
  • A tampa frontal de alumínio contribui para reduzir o peso e aumentar a rigidez do sistema
    Foto: Ford/Divulgação
  • A bomba de óleo variável do motor otimiza a pressão de acordo com a exigência de operação do motor para economizar combustível
    Foto: Ford/Divulgação


Motores

por Adair Santos
abcmotores@gruposinos.com.br

Gasolina na veia - O tricampeão de Fórmula 1 Nelson Piquet sempre alardeava que nas suas veias não corria hemoglobina, e sim gasolina. Uma anomalia genética que atinge milhões de pessoas no mundo e, pelo jeito, não tem cura. Jornalista há 15 anos, Adair Santos é um desses anormais que literalmente respiram tudo que diz respeito a veículos. Editor do caderno Motores, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, é apaixonado por carros, motos e aviões - ou seja, tudo o que tem motor, exceto a maquininha de obturação do dentista. Motores invade a rede - Os carros recém-lançados, aqueles protótipos bizarros que talvez nunca cheguem às ruas, dicas úteis sobre veículos e testes exclusivos. Além da versão impressa, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, agora as notícias sobre veículos contam com este importantíssimo espaço virtual para serem divulgadas. Não deixe de participar mandando sugestões e, quem sabe, até um flagrante fotográfico de um veículo que ainda está em fase de testes e futuramente vai ser fabricado no Brasil. Eu e minha máquina - Se você tem orgulho da sua máquina, seja ela um carro antigo ou novo, motocicleta, um triciclo ou até bicicleta, envie sua foto. Junto, informe seu nome completo e idade, cidade onde reside, telefone para contato, marca, modelo, ano de fabricação do veículo e desde quando tem ele na garagem. Mas atenção: não vale mandar só a foto do carro ou moto, você também tem que aparecer na imagem. Então, mãos à obra: passe uma cera na lataria, um gel no cabelo e faça o registro fotográfico.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS