Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Segurança pública

Penitenciária federal de segurança máxima para 220 presos será em Charqueadas

Cadeia de segurança máxima deverá ser construída em até um ano ao custo de R$ 60 milhões

Amilton Belmonte/GES-Especial
Ministro da Justiça e Segurança, Osmar Serraglio, na entrega das viaturas para a Susepe, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil nesta manhã
Distante 59 quilômetros da capital e conhecida por já ter quatro presídios estaduais, a cidade de Charqueadas é a escolhida pelo governo do Estado para receber a penitenciária federal de segurança máxima a ser erguida em prazo de um ano pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

O anúncio foi feito nesta sexta-feira (17), em Porto Alegre, durante ato que reuniu o governador José Ivo Sartori, o ministro da Justiça e da Segurança, Osmar Serraglio, e o secretário estadual da Segurança, Cezar Schirmer, a quem coube fazer a revelação. Orçada em 60 milhões de reais e com capacidade para receber até 220 presos, a penitenciária será construída em área de 25 hectares, pertencente ao Estado, e situada ao lado da antiga Colônia Penal Agrícula (CPA).

“A gente estipula prazo de 15 dias para que o Ministério da Justiça avalie a área. Mas, se achar que não dá lá, temos outras cinco áreas”, destacou Schirmer, lembrando que um total de 17 municípios formalizou o interesse em receber a cadeia - exclusiva para detentos oriundos de outros Estados. Em sua primeira visita ao Rio Grande do Sul como ministro, Serraglio – que é natural de Erechim, mas construiu a vida política no Paraná – ilustrou que o Brasil tem hoje 650 mil presos, o que justifica o caos penitenciário.

Ministro aparece em grampos da PF

Durante a passagem por Porto Alegre, Serraglio também comentou as escutas da operação Carne Fraca em que aparece. Argumentou que não há ilegalidade nos diálogos. A operação da Polícia Federal cumpriu dezenas de mandados de prisão por fraudes entre frigoríficos e fiscais federais no comércio de carnes.

Forças de segurança receberam 30 viaturas

Amilton Belmonte/GES-Especial
Governador José Ivo Sartori, ministro da Justiça Osmar Serraglio e secretário Cezar Schirmer na sede da Secretaria de Segurança Pública do Estado
Em sua primeira visita ao Rio Grande do Sul na condição de ministro Serraglio entregou, nesta manhã, 30 novas viaturas a Susepe, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.

Ele tomou posse no dia 7, no lugar de Alexandre de Moraes, alçado a ministro do Supremo Tribunal Federal.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS