Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Quatro dias depois

Prejuízo com tornado em São Francisco de Paula é de pelo menos R$ 20 milhões

Ventos arrancaram casas inteiras do chão na manhã de domingo; uma pessoa morreu

Letícia Rossa/Especial/GES
Escombros cobrem a cidade, quatro dias após o tornado
Um levantamento da Secretaria de Desenvolvimento de São Francisco de Paula e da Associação Comercial e Industrial do município calcula em aproximadamente 20 milhões de reais o prejuízo com o tornado que atingiu a cidade no último domingo - considerando apenas os setores de comércio, serviços e agricultura.

O vice-prefeito da cidade, Thiago Teixeira, ressalta que ainda não se calculou os prejuízos com residências, prédios públicos e escolas atingidos pelo vendaval, que chegou a 150 km/h, deixando uma pessoa morta e centenas de construções reduzidas a escombros.

Liberação de FGTS para atingidos 

Letícia Rossa/Especial/GES
Thiago Teixeira, vice-prefeito de São Francisco de Paula
A Prefeitura de São Francisco de Paula encaminhou, no último dia 14, junto à Caixa Econômica Federal, o requerimento de liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para os atingidos pelo tornado. Em torno de 300 residências em cinco bairros do município ficaram destruídas.

O vice-prefeito Thiago Teixeira explica que, mesmo que não existam contas inativas, a ideia é que haja a liberação do fundo àqueles moradores que têm saldo positivo, para que possam reconstruir suas casas.

Também na terça-feira houve o pedido de aceleração no processo de financiamento da Caixa Econômica Federal para as vítimas beneficiárias do programa Minha Casa, Minha Vida. “Ainda não obtivemos retorno e nem aconteceu a vistoria da Caixa, mas a expectativa é de que isso ocorra nos próximos dias, assim que seja oficializada a situação de emergência de São Francisco”, esclarece o vice-prefeito.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS