Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Visita oficial

Príncipe William e Catherine visitam Paris 20 anos após a morte de Diana

No sábado, o casal também se reunirá com sobreviventes dos ataques extremistas de Paris e Nice

Thibault Camus/Pool/
Príncipe William da Inglaterra, ao lado da esposa Catherine, são recebidos pelo presidente francês Francois Hollande
O príncipe William da Inglaterra, ao lado da esposa Catherine, chegou nesta sexta-feira (17) para sua primeira visita oficial a Paris desde a morte da princesa Diana em um acidente de carro na capital francesa há quase 20 anos.

William, o segundo na linha de sucessão ao trono britânico, e Kate foram recebidos pelo presidente François Hollande no Palácio do Eliseu diante de uma multidão de fotógrafos.

Kate, usando com um elegante sobretudo verde pelo dia de São Patrício, e William, com um terno azul, posaram durante alguns segundos para a câmeras ao lado do presidente Hollande, que termina seu mandato em maio.

O encontro com o presidente francês, que durou meia hora, tinha como objetivo recordar a importância que a França dá a "sua relação de confiança e amizade" com Londres, quando o Reino Unido se prepara para iniciar o processo do Brexit. Após a reunião, Hollande e seus convidados caminharam pelo terraço do Eliseu, em frente aos jardins do palácio e diante das lentes dos fotógrafos.

Após deixar a residência presidencial, os duques de Cambridge presidirão um jantar na embaixada britânica, do qual participarão a atriz Audrey Tautou e o ator Jean Reno, além do ex-jogador de futebol do Arsenal Robert Pirès.

No domingo, assistirão a uma partida de rúgbi entre as seleções da França e do País de Gales, válida pelo torneio Seis Nações. Este será o primeiro compromisso do príncipe, de 34 anos, como chefe da União Galesa de Rúgbi desde que assumiu o cargo, até então ocupado pela sua avó, a rainha Elizabeth II.

O casal, que no sábado também se reunirá com sobreviventes dos ataques extremistas de Paris e Nice, viaja sem os filhos, George, de três anos, e Charlotte, de um. Embora não esteja prevista nenhuma comemoração oficial durante a viagem, será difícil evitar a emoção que será despertada pela visita do primogênito da princesa Diana à cidade onde ela faleceu, em 31 de agosto de 1997.

William tinha apenas 15 anos e seu irmão Harry, 12, quando sua mãe e o namorado, Dodi Al Fayed, morreram depois que o Mercedes em que estavam colidiu em um túnel no centro de Paris, enquanto eram perseguidos por jornalistas. O motorista francês também morreu no acidente. Dias depois, foi descoberto que ele estava dirigindo com níveis de álcool no sangue acima dos permitidos.

Para marcar o 20º aniversário da morte de Diana, os príncipes anunciaram que este ano organizariam uma arrecadação de fundos para financiar uma estátua da mãe, que a princípio seria erguida nos jardins do Palácio de Kensington, em Londres, onde ela morava.

A visita a Paris é mais uma demonstração de que tanto William quanto seu pai, o príncipe Charles, herdeiro do trono, estão assumindo aos poucos cada vez mais deveres da rainha, que completará 91 anos em 21 de abril.

William e Kate também planejam visitar a Alemanha e a Polônia em julho.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS