Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Encontro com prefeitos

Corsan promete investir R$ 118 milhões em Gramado e Canela

Recursos serão usados para melhorar abastecimento de água e esgotamento sanitário
Divulgação
Secretária Rosaura fez pedidos aos técnicos da Companhia
No encontro que tiveram na semana passada com os prefeitos de Gramado e Canela, o presidente da Corsan, Flávio Presser, e o diretor de Expansão, Marcus Vinicius Caberlon, apresentaram um plano de investimentos nas duas cidades.
O plano contempla uma nova adução e tratamento de água para 600 litros por segundo no valor de R$ 58 milhões. Para Canela, estão previstos investimentos de curto prazo em esgoto que correspondem a R$ 40 milhões. Já para o sistema de esgotamento sanitário de Gramado, estão previstos R$ 20 milhões no curto prazo.
No total, a Corsan busca financiamentos no valor de R$ 234 milhões, dos quais R$ 64 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e R$ 170 milhões do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). Os prefeitos mostraram interesse em manter a Corsan e em refazer os contratos de forma a gerar obrigações para a Companhia e garantir os investimentos previstos nos seus Planos Municipais de Saneamento Básico.
Encontro em Gramado
O abastecimento de água e o tratamento de esgotamento sanitário têm sido temas de uma série de reuniões que ocorreram durante a semana passada entre a Prefeitura de Gramado e a Corsan. O objetivo é buscar uma alternativa emergencial para regularizar o abastecimento à população.
Na manhã de quinta-feira, dia 5, uma equipe de engenheiros da Corsan de Porto Alegre reuniu-se com representantes da Secretaria de Meio Ambiente. À tarde, funcionários da secretaria e a equipe da Corsan visitaram estações de tratamento de esgoto cuja operação é de responsabilidade da companhia.
Na quarta-feira, dia 4, o chefe da unidade da Corsan de Gramado, Gilmar Nardini, o engenheiro da Corsan de Porto Alegrem Flávio Barth, e engenheiros da Ecoplan Engenharia estiveram reunidos com as secretarias de Meio Ambiente e Planejamento, Urbanismo, Publicidade e Defesa Civil. “Estamos buscando minimizar o problema de abastecimento de água com medidas emergenciais até a solução definitiva com a implantação de medidas de curto, médio e longo prazo”, informou a secretária de Meio Ambiente, Rosaura Heurich.
Reunião em Canela
Divulgação
Em Canela, secretários ofereceram apoio à Corsan
A administração municipal de Canela também recebeu na quinta-feira, dia 5, uma equipe técnica da companhia. Participaram da reunião o secretário de Meio Ambiente, Paulo Tomasini, o secretário de Obras, Luiz Cláudio da Silva, o superintendente de Apoio Operacional da Corsan, Gerson Cavassola, o superintendente adjunto da Região Nordeste, Eduardo Bianchi Neto e outros profissionais da companhia.
Conforme Gerson Cavassola, o objetivo da reunião foi estreitar laços e buscar apoio do Executivo para desenvolver obras de infraestrutura no município. Entre as demandas apontadas pela equipe da Corsan estão a reforma da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do bairro Chacrão, a ampliação do reservatório de água que fica localizado entre os bairros São Luiz e Ulisses de Abreu (Tiririca) e a ampliação da capacidade de bombeamento da estação de tratamento de água do Distrito Industrial. Segundo Cavassola, são ações imediatas que contribuirão para evitar a falta de água em períodos de grande movimentação na cidade, como ocorreu no último Natal.
Os secretários municipais de Canela ofereceram apoio à companhia, destacando a necessidade de um bom relacionamento para prestar serviços de qualidade à comunidade canelense. “O contribuinte não quer saber de quem é a responsabilidade, mas espera que seus anseios sejam atendidos”, comentou o secretário de Meio Ambiente, Paulo Tomasini. Já o secretário de Obras, Luiz Cláudio da Silva, pediu uma atenção especial nos serviços de recapeamento asfáltico após a execução dos serviços. “Temos que trabalhar em conjunto, isso será muito bom para a cidade”, destacou Luiz.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS