Compartilhar...

VOLTAR
FECHAR

Rua Emílio Leobet, 1559, sala 21 - Bairro Avenida Central - Gramado/RS - CEP: 95670-000
Fones: (54) 3286.1666 - Fax: (54) 3286.4015

PUBLICIDADE
Motores
Tecnologia

Motor EcoBoost turbina desempenho do New Fiesta

Propulsor 1.0 de 125 cv passará a equipar versão do hatch da Ford
Nov aversão estará à venda no início de julho
São Paulo - Potência de motor 1.6, economia de 1.0. Tudo isso em um mesmo propulsor. A Ford apresentou no último dia 25 a nova geração do EcoBoost 1.0 de três cilindros, que passa a equipar o New Fiesta a partir de junho. Dotado de turbo e injeção direta, funcionará apenas com gasolina, desenvolvendo 125 cv de potência e 17,34 kgfm de torque. Com esses números, a aceleração de 0 a 100 km/h demora apenas 9,6 s, tempo bem menor que os 12,6 s do 1.6 aspirado de 125 cv.
Essa é a resposta da Ford ao 1.0 TSI de três cilindros (101 cv com gasolina e 105 cv com álcool, além de 16,8 kgfm de torque) do Volkswagen up! A intenção é que 30% da gama da montadora no País seja equipada em breve com motores EcoBoost. Conforme o diretor de Engenharia de Powertrain para a América do Sul, Enio Dill Gomes, na Europa 20% dos modelos da marca já são movidos pelo 1.0 EcoBoost. Um dos destaques é a atuação de duas turbinas, que elimina o cansaço de alguns turbos de antigamente. “A tecnologia twinscroll permite reduzir o turbolag em baixas rotações”, diz.
Além de ser até 20% mais econômico, o EcoBoost reduz em até 15% as emissões de CO2. Tudo isso com um desempenho forte e suave, superior ao de blocos de maior cilindrada, garante a montadora. Para atingir essa eficiência, combina três tecnologias: turboalimentação, injeção direta de combustível e comando de válvulas variável. Ou seja: não tem nada a ver com o 1.0 supercharger de 95 cv utilizado no Fiesta e EcoSport de 2003 a 2006. No próximo mês, será a vez de conferir o desempenho desse motor na prática, rodando no New Fiesta.
Viagem a convite da Ford
Turbo e injeção direta
Apenas três cilindros
A injeção direta de combustível, realizada com eletroinjetores de alta pressão com múltiplas injeções por ciclo, elimina o desperdício nos dutos de admissão e garante uma combinação perfeita entre alta potência e eficiência. Ao mesmo tempo, produz um efeito de lavagem dos cilindros que permite maior massa de ar limpo por carga e reduz o fenômeno de detonação. O duplo comando variável de válvulas, tanto na admissão como no escape, traz maior flexibilidade para otimizar a eficiência. Entre outras vantagens, possibilita a abertura tardia das válvulas de escape para melhorar o consumo de combustível e o cruzamento de válvulas para aumentar o torque em baixa rotação.
A leveza do alumínio
Produzido com bloco de ferro fundido, cabeçote e cárter em alumínio, o 1.0 EcoBoost combina vários avanços construtivos para oferecer um alto nível de performance e economia.
Além de injeção direta de combustível com bomba de alta pressão, turbocompressor e duplo comando variável de válvulas, utiliza uma nova estratégia de balanceamento do motor, bomba de óleo variável, correia banhada em óleo, coletor de escape integrado no cabeçote e sistema de arrefecimento dividido.
Turbina gira a até 248 mil rpm
Turbina bastante compacta
O turbocompressor com controle ativo trabalha com pressões de até 1.5 bar na saída e rotações de até 248 mil rpm. A bomba de óleo variável tem ajuste automático para melhorar a performance em qualquer condição, aumentando a economia de gasolina.
Menor atrito
Outra característica é a correia banhada a óleo, que reduz as perdas por atrito e traz uma economia adicional de 1%, além de tornar o funcionamento mais silencioso. O coletor de escape integrado no cabeçote propicia um aquecimento mais rápido do motor e do catalisador. A montagem em peça única reduz a temperatura dos gases de exaustão e permite que gire em uma faixa de rotação mais ampla com taxa ótima de mistura ar/combustível. O sistema de arrefecimento dividido, com duas válvulas termostáticas, melhora a distribuição de temperatura para um aquecimento mais rápido. Além disso, o sistema de resfriamento dos pistões é acionado pela bomba variável.
Linha inclui versões que vão do 1.0 ao 3.5
Atualmente são sete versões do motor produzidas pela Ford em todo o mundo: 1.0 de três cilindros, 1.5, 1.6, 2.0 e 2.3 de quatro cilindros e os V6 2.7 e 3.5. Não só carros de passeio, mas também modelos esportivos e de competição são equipados com o EcoBoost, em versões com preparação especial, como o Focus RS, a F-150 Raptor e o novo Ford GT.
Agora a Ford passa a ter uma ampla linha de motores no Brasil: 1.0 TiVCT Flex de três cilindros (Ka e Ka+), 1.5 Sigma Flex (New Fiesta), 1.6 Sigma TiVCT Flex (New Fiesta, Focus e EcoSport), 2.0 Duratec Flex (EcoSport), 2.0 Direct Flex (Focus), 2.0 EcoBoost (Fusion), 2.0 Atkinson (Fusion Hybrid), 2.2 Diesel Duratorq (Ranger), 2.5 Flex (Fusion), 2.5 Duratec Flex (Ranger) e 3.2 Diesel Duratorq (Ranger).
NÚMEROS
A família EcoBoost é um sucesso global e cresceu rapidamente. Atingiu a produção 2 milhões de unidades em 2013. No começo de 2015, comemorou 5 milhões de motores. A expectativa agora é chegar a 20 milhões de unidades no mundo até 2020.
Na América do Norte, desde 2015 toda a linha de veículos de passageiros, desde o Fiesta e Focus até a van Transit e a picape F-150, tem a opção de motores EcoBoost. Na Europa, um em cada quatro veículos da marca vendidos hoje é equipado com esses propulsores. No mundo, a tecnologia já está disponível em mais de 80% dos modelos da montadora.

Na China, a Ford acaba de atingir o marco de 1 milhão de carros vendidos com motores EcoBoost. No ano passado, os propulsores equiparam um em cada quatro carros da marca vendidos na China. Este ano, a relação já é de um em cada três.

Motores

por Adair Santos
abcmotores@gruposinos.com.br

Gasolina na veia - O tricampeão de Fórmula 1 Nelson Piquet sempre alardeava que nas suas veias não corria hemoglobina, e sim gasolina. Uma anomalia genética que atinge milhões de pessoas no mundo e, pelo jeito, não tem cura. Jornalista há 15 anos, Adair Santos é um desses anormais que literalmente respiram tudo que diz respeito a veículos. Editor do caderno Motores, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, é apaixonado por carros, motos e aviões - ou seja, tudo o que tem motor, exceto a maquininha de obturação do dentista. Motores invade a rede - Os carros recém-lançados, aqueles protótipos bizarros que talvez nunca cheguem às ruas, dicas úteis sobre veículos e testes exclusivos. Além da versão impressa, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, agora as notícias sobre veículos contam com este importantíssimo espaço virtual para serem divulgadas. Não deixe de participar mandando sugestões e, quem sabe, até um flagrante fotográfico de um veículo que ainda está em fase de testes e futuramente vai ser fabricado no Brasil. Eu e minha máquina - Se você tem orgulho da sua máquina, seja ela um carro antigo ou novo, motocicleta, um triciclo ou até bicicleta, envie sua foto. Junto, informe seu nome completo e idade, cidade onde reside, telefone para contato, marca, modelo, ano de fabricação do veículo e desde quando tem ele na garagem. Mas atenção: não vale mandar só a foto do carro ou moto, você também tem que aparecer na imagem. Então, mãos à obra: passe uma cera na lataria, um gel no cabelo e faça o registro fotográfico.

PUBLICIDADE

MAIS RECENTES

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS